Home > Artistas > Paulo Schroeber (in memoriam)

Paulo Schroeber (in memoriam)


Nasceu em Caxias do Sul, Rio Grande do Sul no dia 18/08/1973.

Teve seu primeiro contato com música aos 15 anos, ganhou um violão de seu pai nessa época e a partir daí começou a fazer algumas aulas de música.

Quando fez 18 anos, abandonou seus estudos acadêmicos para levar a música mais a sério, e nesse período estudou durante três anos violão clássico. Já desde cedo sua paixão pela música clássica era evidente, executando peças de Villa Lobos, Bach e Sagreras.

Seu fascínio por guitarristas como Jason Becker, Marty Friedman e Steve Morse era de igual tamanho, pois juntamente com o violão Paulo estudava guitarra, mas neste instrumento era autodidata.

Com sua primeira banda, Fear Ritual, de Death Metal Melódico lançou um Split CD pela Wild Rags Records, em Los Angeles, alcançando boa recepção nos Estados Unidos.

Paulo também participou por um breve período de tempo de bandas como Burning Hell e Predator, tendo seu material gravado com as mesmas, bem como tendo participação em algumas das composições. Além disso, com a banda Fallup fez mais de 200 shows pelo estado do Rio Grande do Sul, trabalhou de side man para diversos artistas da região, gravou e produziu também alguns discos.

Com a Naja, gravou um cd pela gravadora Tridente, e um Dvd, banda essa que ganhou prêmio de revelação independente e o prêmio Açorianos, pela prefeitura de Porto Alegre, de melhor intérprete na categoria. Junto com suas atividades, Paulo sempre trabalhou com a didática da guitarra, ministrando aulas particulares, bem como aulas nas principais escolas da região, tendo como seus alunos mais brilhantes nomes como Cássio Vianna e Daniel Suliani (Abomination).

Suas influências vão desde o rock, passando pelo jazz e fusion, até o metal, em todas as suas vertentes e variações, sem radicalismos ou preconceitos.

Entre seus músicos preferidos estão Andrés Segovia, Paco de Lucia, John Mclaughlin, Al Di Meola, Tony Iommi, Angus Young, Frank Gambale, Allan Holdsworth, entre outros.

Com o Almah, que conta com Edu Falaschi e Felipe Andreoli, ambos integrantes do Angra, lançou o CD intitulado “Fragile Equality”, ganhando título de melhor disco de Heavy Metal em praticamente todos os veículos de mídia especializados brasileiros e sendo também extremamente bem aceito em todo o resto do mundo. Com o Almah correu por praticamente todo o Brasil em turnê, e em setembro de 2011 é lançado mundialmente o aclamado “Motion”, alcançando recordes de venda em todas as lojas especializadas do Brasil, porém, depois de alguns shows e da gravação de dois videoclipes, a doença de Paulo se agrava, tornando insustentável sua permanência na banda, por ordem médicas.

Além do Almah, Paulo trabalhou em mais quatro projetos, Astafix, que lançou seu primerio disco intitulado “Endever”, ganhando já precocemente o título de primeiro lugar de banda revelação na maior revista brasileira especializada no estilo, a Roadie Crew. Atualmente a banda está em turnê pelo Brasil, tocando em renomados festivais como o Palco do Rock em Salvador, já tocou no Sul do Brasil, Chile, e já está marcando uma turnê pela Argentina. O disco foi muito bem aceito pela mídia especializada, como consequência disso a banda tem aparecido frequentemente em diversos programas de tv e revistas brasileiras. Além disso a banda já lançou seu segundo clipe “Desordem e Retrocesso” e seu primeiro DVD ao vivo “Live in São Paulo”. Acabaram de finalizar a “Endever Tour” na Europa, infelizmente sem Schroeber nas guitarras, novamente por motivos de saúde, e a banda tem planos de marcar outra turnê nos Estados Unidos e lançar um segundo CD em 2014.

Paulo seguiu divulgando seu primeiro disco instrumental, intitulado “Freak Songs” lançado em março de 2011, alcançando ótimos resultados de crítica nos canais especializados e pela comunidade musical, o segundo CD da Fear Ritual, e finalmente trabalhou em seu novo projeto de Rock/Metal Industrial, intitulado Hammer 67, que acabou de lançar seu primeiro CD intitulado Mental Illness, juntamente com o Debut Video da banda recentemente gravado, da música 1984.

Infelizmente dia 24/03/2014 Paulo não resistiu às complicações e ao aguardo do transplante e partiu, porém sua melodia, riffs, licks, musicalidade, personalidade e caráter farão com que o ele seja lembrado por nós para sempre !!!

“Não morre aquele que deixou na terra a melodia de seu cântico na música de seus versos”
―Cora Coralina